Série sobre a mídia atual – Post 26mar16 – Bia – Intervozes

7 de abril de 2016 (Dia do Jornalista)

1. O jornalismo morreu (ou “frases e cenas pra gente esquecer”)

Na Band News, o episódio que, no Paraná, terminou com a morte de dois trabalhadores sem terra é noticiado como uma emboscada do MST contra seguranças da empresa Araupel e a polícia militar. Vale, exclusivamente, a versão da Secretaria de Segurança do governo Beto Richa, segundo a qual “os policiais se deslocaram até a área onde foi registrado um incêndio, pois houve um crime ambiental, e chegando lá a Polícia Ambiental e a Rotam foram recebidas em um bloqueio feito pelo MST, onde vieram elementos do movimento e começaram a efetuar disparos contra a equipe”.

O MST afirma que não houve incêndio e que, na realidade, policiais acompanhados de seguranças da Araupel atacaram o acampamento Dom Tomás Balduíno, onde vivem 7 mil pessoas, há cerca de um ano. Além dos dois mortos, vários sem terras ficaram feridos.

Não é de se estranhar – pelo menos do ponto de vista jornalístico – que o lado que teria armado a emboscada foi o único a sair com vítimas, incluindo fatais, desse “conflito”?

2. O jornalismo não viu (ou “a gente só mostra o que interessa”)

No Dia Mundial da Saúde, trabalhadores e trabalhadoras do SUS fizeram uma blitz na Câmara dos Deputados. Preocupados com a saúde dos parlamentares, eles promoveram uma ação de vacinação contra o golpe e a distribuição de pílulas da democracia. Teve deputado a favor do impeachment que não quis se prevenir, como Alberto Fraga (DEM/DF) (foto) e Marco Feliciano (PSC/SP). Mas, como disseram os agentes da saúde, democracia em excesso não faz mal a ninguém.

3. O jornalismo resiste (ou “a boa reportagem do dia”)

Jornal do Brasil: “Autora do pedido de impeachment trabalhou nos governos de FHC e Alckmin”

http://www.jb.com.br/…/autora-do-pedido-de-impeachment-tra…/

E um salve a todos e todas que, diariamente, resistem e fazem um jornalismo ético, guiado pelo interesse público, os direitos humanos e a justiça social, dignificando a nossa profissão. Sim, isso é possível!

(fotos: Mídia Ninja)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s