Espíritas em defesa da Democracia – ABPE

Associação Brasileira de Pedagogia Espírita

https://www.facebook.com/espiritapedagogia/posts/1198252293525800:0

Manifesto
Espíritas em defesa da Democracia
Diante da encruzilhada histórica em que o Brasil se encontra, compete-nos tomar uma posição firme em defesa de alguns valores essenciais para todos nós, filhos e filhas desta terra, de que tantos reclamam, que tantos depreciam, mas que é nossa pátria comum e onde enraizamos nossos projetos existenciais, nossa cidadania, nossos afetos e nossos sonhos. Nação que, acima de tudo, requer nosso empenho para que patamares efetivos de paz social se façam, para que a justiça possa brilhar límpida e para que a fraternidade se concretize em ações e transformações individuais, sociais, institucionais, políticas e econômicas.
Nós, abaixo assinados, integrantes do movimento espírita brasileiro, aqui representados institucionalmente pela Associação Brasileira de Pedagogia Espírita, queremos deixar claro nosso posicionamento diante das graves circunstâncias históricas em que estamos inseridos neste momento:
1) Sabemos das deficiências da democracia que, em toda parte do mundo, funciona impulsionada por interesses econômicos, por jogos de poder, manipulada por uma mídia corporativa, que também integra essa partilha econômica. Mas apesar dessas deficiências, a vida democrática presente, sem regressão, é preferível para as ações das lutas sociais, para a liberdade de expressão e para a ação intelectual e política de melhoria e transformação social. Aqui, portanto, afirmamos nossa firme defesa do estágio atual da nossa democracia, contra retrocessos.
2) Sabemos das deficiências da Lei, quase sempre vinculada à subjetividade dos que a aplicam, muitas vezes também comprometida com interesses econômicos e sociais. Mas, apesar dessas deficiências, a Constituição Brasileira tem garantido espaços de luta. Aqui, portanto, afirmamos a nossa firme defesa dessa Carta Magna, também contra retrocessos.
Essa defesa, em face de uma possível regressão do atual estágio da democracia e da Constituição, construídas de maneira custosa, depois dos anos obscuros da Ditadura Militar, não nos coloca sob a bandeira desse ou daquele partido específico, podendo cada um de nós escolher as suas preferências partidárias e seus caminhos de atuação política e social, direito que hoje a democracia garante.
Além dessa firme defesa contra o retrocesso institucional, conclamamos no presente momento todos os brasileiros a se posicionarem de forma não violenta em seu convívio com os divergentes, para que haja diálogo com argumentos e sensatez, respeito e tolerância.
Esperamos que os trabalhadores da Justiça tenham isenção e misericórdia, não se pensando que justiça possa ser alcançada por linchamentos midiáticos, que favorecem o ódio, nem pela aberta exceção legal.
Acima de tudo, ainda declaramos que uma vida social mais plena, transformadora e progressista dos brasileiros e dos povos do mundo se fará principalmente através da Educação. Uma Educação livre, plural – que ensine a pensar e não a obedecer, que ensine a agir com integridade e solidariedade.
Adolfo de Mendonça Junior
Alessandro Cesar Bigheto
Alex Antonio Mascaro
Alexandre Mota
Alissandra Iede
Alysson Leandro Mascaro
Ana Cristina Ribeiro de Medeiros
Ana Luísa Medeiros Valério
Ana Paula Ferreira de Melo
André Andrade Pereira
Angélica Castilho Alonso
Antônio Carlos Molina
Antonio Sagrado Lovato
Armando Bega
Arlindo Costa Filho
Cassiano Ricardo Lopes
Claudia De Martino Mota
Cláudia Mandato Gelernter
Cláudio Antonio di Mauro
Clóvis Alves Portes
Danielle Morais Feitosa
Diego Miranda de Andrade
Dora Incontri
Edilene Rodrigues de Castro
Edison Assis
Eduardo Ferreira Valério
Fabrício Pinheiro da Cunha
Florêncio Anton Reverendo Neto
Geraldo Pires de Oliveira
Glauco Nepomuceno
Humberto Schubert Coelho
Ieda Maria Cerveira
Jacira Jacintho da Silva
João Luiz do Nascimento Ramos
João Roberto Hatch de Medeiros
Juliana Paula Magalhães
Kátia Dias Del Giorno
Laísa Emanuelle de Oliveira dos Santos
Leno Pinheiro
Lili Lungarezi
Luciano Bonfim
Luis Marcos Ferreira
Luiz Signates
Luziete Maria da Silva Dal Poggetto
Marcelo Palma Marafon
Marcelo Teixeira
Marcius Igor Bigheto
Marco Antônio Lucindo Bolelli Filho
Maria Aparecida Guedes Monção
Maria Bernadete Fae Baptista
Maria Valéria Medeiros Valério
Maurício Zanolini
Mauro de Mesquita Spínola
Merlânio Maia
Néventon Vargas
Nildene Mineiro Soares
Patrícia Malite Imperato
Paulo de Tarso Medeiros Valério
Paulo Tarcísio
Pedro Camilo
Raphael Faé Baptista
Renato Andrioli
Roberto Colombo
Rodrigo Évora
Rogério Ribeiro Cardoso
Samantha Lodi
Semi Smaira
Sérgio Fernandes Aleixo
Sinuê Neckel Miguel
Tathiane Graziela Cipullo
Thiago Borges de Aguiar
Tovar Nelson Pereira Júnior
Vera Gonzaga
Vinicius Henrique Araújo Carvalho
Vinicius Lima Lousada
Wilson Garcia
São Paulo, 28 de março de 2016

Foto de Associação Brasileira de Pedagogia Espírita.

Gicelda

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s